sexta-feira, 29 de junho de 2012

Fundação Maçônica Educacional



"Educai as crianças para não seja necessário punir os adultos."
Pitágoras

A Fundação Maçônica Educacional foi idealizada por seu dedicado Ir.: Longuinho Marques da Costa, filho de Longuinho Saraiva da Costa e de Maria Eufrazia Marques da Costa. 

Apaixonado pela arte de lecionar, organizou e apresentou a Tese da Fundação Maçônica Educacional durante o desenvolvimento 81ª Assembléia Geral Ordinária da M.: R.: G.: L.: M.: E.: R.: G.: S.:, onde obteve aprovação unânime das Lojas presentes e veio tornar-se seu principal articulador e trabalhador em busca de seu sucesso.

A Fundação teve seu início registrado em meados da década de 80 e começou seus projetos com saldos expressivamente positivos. Contudo, devido ao afastamento da força propulsora do Ir.: Longuinho Marques da Costa, e a política monetária brasileira, a Fundação teve suas atividades prejudicadas e seus apoios cancelados.

Após períodos turbulentos e desafios frustrados, o controle da Fundação retornou ao seio da Grande Loja, tendo eleita nova administração em 1998.

A partir de então, inúmeros projetos sociais voltados à educação de jovens das regiões da capital e grande Porto Alegre foram desenvolvidos com resultados animadores.

Conforme consta em apresentação realizada durante o Seminário da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio Grande do Sul, em 18 de dezembro de 1999, a rica história da Fundação Maçônica Educacional seguiu em constante busca por apoiadores de seus ideais de contribuição para uma sociedade melhor para todos.

Hoje fica o exemplo do que passou para nortear horizontes ainda mais convictos da importância e competência de seus propósitos.

Leia a apresentação na íntegra e conheça todos os nossos projetos.

A Maçonaria é uma Ordem discreta, mas com inúmeras ações sociais em meio às comunidades inseridas. Exemplos políticos desde o Império antigo, não faltam. No mundo, suas ações são sempre voltadas aqueles que á circulam. Desenvolvendo a sociedade e promovendo o bem, a Grande Loja Maçônica do Estado do Rio Grande do Sul – GLMERGS - revitaliza (na Gestão do Grão-Mestre Gilberto Moreira Mussi) a Fundação Maçônica Educacional.

A atual gestão da instituição tem planos audaciosos para seu período à frente da FME. "Já desenvolvemos o plano e agora é hora de aplicar com os inúmeros projetos que as Lojas Maçônicas nos desafiam", comentou o Presidente Ir.'. Nivaldo Brum.

Gestão 2011-2013

A nova gestão (eleita em dezembro de 2010) é composta pelos IIrs.'.:

José Nivaldo Brussuela Brum
Presidente

John Kenedy Vieira
Vice-Presidente

Pedro Gabril e Luiz Antonio Rebouças dos Santos
Conselho de Administração

Silvério Miranda Neto, Modesto Carro Loureiro e Ernesto Luiz Holderbaum
Conselho Fiscal

Júlio Cesar Carneiro Josino
Suplente



Trabalhando de acordo com seu planejamento estratégico, os pontos fortes (credibilidade, reserva moral, entidades paramaçônicas, departamentos e o apoio da Instituidora) e as oportunidades (projetos voltados à Educação, Cultura, Qualificação Profissional, Prevenção às Drogas e propiciando auxílio educacional aos jovens), a FME cumprirá com seu plano de ação e executará seu modelo de gestão e plano de ações para 30 anos.

É um novo momento que traz uma Política de Qualidade sólida e bem desenvolvida onde todas as ações terão qualidade como paradigma de controle, o comprometimento de todos e aglutinação de forças de entidade e seus departamentos será exigido tal qual a profissionalização de todas as suas ações. Um dos compromissos mais relevantes na FME é utilizar a experiência em projetos executados anteriormente, como o Juventude Assistida.

O Presidente Brum destaca ainda, os eixos de atuação da FME:

Educação Cultura e Formação;
Gestão Institucional;
Expansão;
Relações com a Sociedade;
Solidariedade e Benemerência.

Missão

Promover filantropia e benemerência visando o Progresso, Dignidade e valorizando os princípios de Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

Valores

Educação Laica;
Cultura;
Filantropia e Benemerência;
Cidadania.

Conheça mais sobre a FME no site www.fme.org.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário