segunda-feira, 18 de junho de 2012

Fundações e Cisões da Maçonaria Brasileira





Este texto é de difícil compilação pelos dados até hoje apresentados, principalmente com relação às datas e quase sempre de maneira confusa em virtude dos nomes das Obediências fundadas, às vezes repetidas, às vezes com nomes incompletos, sem falar-se de tantas alterações havidas ao longo dos anos no Brasil. A idéia foi de tentar colocar de modo mais simples, resumido, o que ocorreu e ainda poderá ocorrer. O fenômeno não é peculiar ao Brasil, e são raros os países em que as cisões não ocorreram, mas podemos salientar que aqui, as razões mais comuns estão associadas com eleições, e na vaidade de dirigentes, na tentativa de monopolizar o poder em pequenos grupos que se alternam no poder.


01 - 1796 - Fundado o Areópago de Itambé, em Itambé, a 92 km de Recife, não era uma Potência Maçônica, pois alguns membros não maçons também faziam parte.

02 - 12-09-1813 - Fundado o Grande Oriente Brasileiro, sendo o primeiro Grande Oriente, de duração efêmera. 
03 - 02-06-1822 - Fundação e Instalação do Apostolado - Denominado Nobre Ordem dos Cavaleiros de Santa Cruz - organização nos moldes da Carbonária européia - D. Pedro fechou em 15-07-1823, José Bonifácio liderava o Apostolado e Ledo liderava o Grande Oriente.
04 - 17-06-1822 - Fundação do Grande Oriente Brasílico ou Brasiliense (ou Brasiliano), e fechado em 25-10-1822, do qual o Grande Oriente do Brasil alega ser sucessor.

05 - 12-03-1829 - O Maçom Baiano Gê Acayaba de Montezuma recebe uma carta patente do Supremo Conselho dos Países Baixos, (Bélgica), autorizando-o a fundar um Supremo Conselho.

06 - 1830 - Fundado o Grande Oriente Nacional Brasileiro da rua de Santo Antonio e instalado a 24-06-1831, posteriormente Grande Oriente da rua do Passeio, ou simplesmente Grande Oriente do Passeio.

07 - 23-11-1831 - Reinstalado o Grande Oriente Brasílico (ou Brasiliense) de 1822. Dissidência por motivos políticos.

08 - 1832 - Reinstalado o Grande Oriente do Brasil.

09 - 12-11-1832 - Fundado o Supremo Conselho.

10 - 1834 - Existência do Grande Oriente Brazileiro conforme Guia dos Maçons Escocezes

11 - 20-03-1842 – Fundado o Supremo Conselho de Montezuma independente de qualquer potência simbólica devido a celeumas e brigas internas.

12 - 1854-55 - O Supremo Conselho de Montezuma se funde com o Grande Oriente do Brasil, tornando-se por esse motivo o que se chamava Potência Mista.

13 - 1861 - O Grande Oriente Nacional do Passeio cessou atividades no fim de 1861, início de 1862.

14 - 16-12-1863 - Fundado o Grande Oriente ao Vale dos Beneditinos, ou simplesmente Grande Oriente dos Beneditinos, Fundado por Joaquim Saldanha Marinho, era uma Potência dissidente, combateu o Grande Oriente do Brasil ao Vale do Lavradio até 1883.

15 - 05-1872 - Tentativa de fusão frustrada do Grande Oriente do Brasil do Lavradio e Grande Oriente dos Beneditinos para criar o Grande Oriente Unido. - Fraude nas eleições.

16 - 09-1872 - O Grande Oriente do Brasil decreta nula a fusão. Grande Oriente dos Beneditinos, recebe novo nome de Grande Oriente Unido do Brasil após frustração na tentativa de fusão com o Grande Oriente do Brasil. - Fraude nas eleições.

17 - 18-12-1882 - O Grande Oriente Unido do Brasil, funde-se com o antigo Grande Oriente dos Beneditinos, oficializando-se a fusão em 18-01-1883.

18 - 19-10-1884 - Fundado o Grande Oriente do Norte do Brasil.

19 - 1889 - Autorizada a instalação de uma Grande Loja Provincial em São Paulo.

20 - 1892 - Existência do Grande Oriente e Supremo Conselho do Brasil-Lavradio, conforme Ritual.

21 - 1892 - Instaladas as Grandes Lojas Federadas do Grande Oriente do Brasil de São Paulo e da Bahia.

22 - 28-05-1893 - Fundado o Grande Oriente e Supremo Conselho do Estado de São Paulo. Cisão do Grande Oriente do Brasil.

23 - 30-06-1893 - Fundado o Grande Oriente e Supremo Conselho do Rio Grande do Sul. Cisão no Grande Oriente do Brasil, é instalado em 14-10-1893.

24 - 11-06-1894 - Fundado o Grande Oriente Mineiro.

25 - 1898 - Existência do Grande Oriente e Supremo Conselho do Brasil conforme Ritual.

26 - 07-03-1900 - Fundado o Grande Oriente Autônomo da Bahia.

27 - 31-12-1900 - A nova Constituição do Grande Oriente do Brasil faculta a instalação de Grandes Orientes Estaduais.

28 - 26-09-1901 - A Grande Loja de São Paulo subordinada ao Grande Oriente do Brasil realiza sua última reunião.

29 - 1-10-1901 - O Grande Oriente do Brasil autoriza o funcionamento do Grande Oriente Estadual de São Paulo pelo decreto nº 195, marcando a instalação em 10-10-1901, porém esse Grande Oriente somente é instalado regularmente em

24-06-1902.

30 - 03-09-1902 - Fundado o Grande Oriente e Supremo Conselho do Paraná.

31 - 24-02-1907 - O Grande Oriente do Brasil adota nova Constituição e Regulamento Geral.

32 - 20-09-1909 - O Grande Oriente do Brasil firma acordo com o Grande Oriente do Rio Grande do Sul fundado em 1893 unificando a Maçonaria.

33 - 26-08-1915 - O Grande Oriente do Rio Grande do Sul, em decorrência da extinção do decreto nº 502 do Grande Oriente do Brasil, declara-se novamente independente. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

34 - Novembro de 1915 - Novo Grande Oriente envia carta às Lojas convidando-as a se manifestar sobre a fundação de um Grande Oriente Paulista Independente, como a maioria se manifestou contra, a idéia não vingou.

35 - 09-01-1916 - Fundado o Grande Oriente Autônomo de São Paulo, instalado em 10-01-1917 e extinto a 04-01-1926. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

36 - 25-04-1921 - O Grande Oriente do Brasil promove eleições e com a anulação de votos, Mário Marinho de Carvalho Behring é eleito.

37 - 20-07-1921 - O Grande Oriente Estadual de São Paulo reage e José Adriano Marrey Júnior convoca as Lojas de São Paulo

38 - 29-07-1921 - Fundado o Grande Oriente de São Paulo, com o título Grande Oriente e Supremo Conselho de São Paulo, na Assembléia reunida às 20 horas, na sede do Grande Oriente Estadual de São Paulo, à rua Tabatinguera, nº 74, com a presença de 53 das 65 Lojas então existentes. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

39 - 27-08-1921 - Instalada a Assembléia Constituinte do Grande Oriente de São Paulo quando foi aclamada a diretoria incumbida de dirigir os trabalhos e a comissão responsável pela elaboração do anteprojeto de Constituição.

40 - 27-10-1921 - O Grande Oriente do Brasil declara extinto o Grande Oriente Estadual de São Paulo pelo decreto nº 694.

41 - 20-05-1922 - Mário Behring é eleito Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil e empossado em 28-06-1922.

42 - 24-04-1923 - Pelo decreto 753 o Grande Oriente do Brasil cria a Grande Loja Simbólica do Estado de São Paulo, é marcada a sua regularização para o dia 30-05-1923, a partir dessa data, as Lojas de São Paulo ficariam subordinadas à Grande Loja Simbólica de São Paulo, exceto cerca de 20 Lojas.

43 - 20-05-1925 - Nova eleição do Grande Oriente do Brasil, Mário Behring é reeleito, tendo havido fraude.

44 - 17-06-1925 - A Grande Loja Simbólica do Estado de São Paulo é extinta pelo decreto nº 814, e é criada uma Delegacia do Grande Oriente do Brasil no Estado de São Paulo.

45 - 23-06-1925 - Behring reassume, dissolve o Conselho Geral da Ordem e 20 dias depois renuncia ao Cargo de Grão-Mestre, assume Bernardino de Almeida Senna Campos.

46 - 31-06-1925 - Nova eleição e pelo decreto nº 815 de 09-06-1925 é proclamado Grão-Mestre, Vicente Saraiva de Carvalho Neiva. Behring mantém o cargo de Grande Comendador do Supremo Conselho, contrariando a Constituição do Grande Oriente do Brasil que previa a ocupação dos dois cargos pelo Grão-Mestre.

47 - 18-02-1926 - Falece Vicente Neiva e assume o Adjunto, Fonseca Hermes.

48 - 30-09-1926 – Hermes, do Grande Oriente do Brasil restabelece pelo decreto nº 848 o Grande Oriente Estadual extinto em 1921.

49 - 22-10-1926 - Fonseca Hermes e Behring assinam o tratado em que o Rito Escocês ficaria com o Grande Oriente do Brasil e os Altos Graus com o Supremo Conselho, a Assembléia alega que os poderes para tal foram dados a Vicente Neiva e revoga o tratado, insiste para que Fonseca Hermes anule o tratado.

50 - 02-12-1926 - Fundado em Recife o Grande Oriente Estadual de Pernambuco.

51 - 02-12-1926 - Fundado o Grande Oriente e Supremo Conselho para o Norte do Brasil.

52 - 22-05-1927- Fundada a primeira Grande Loja da Bahia e Mário Behring cria a figura de “Grandes Lojas”, em seguida são fundadas as do Rio de Janeiro e de São Paulo.

53 - 06-06-1927 - Hermes não concorda com a revogação, licencia-se do cargo assumindo o Adjunto, Octávio Kelly, que fora eleito para o cargo e empossado em 21-03-1927.

54 - 17-06-1927 - Fundada “Grandes Lojas Brasileiras”, com o Supremo Conselho que seria o verdadeiro, por suas origens, houve as seguintes cisões: Grande Loja Unida do Paraná, de Minas Gerais, de Pernambuco, da Guanabara e do Piauí.

55 - 20-06-1927 - Mário Behring desliga-se do Grande Oriente do Brasil.

56 - 06-08-1927 - O Grande Oriente revoga o decreto nº 848 de 30-9-1926 que restabeleceu o Grande Oriente Estadual de São Paulo, ficando este, portanto fechado. As Lojas deviam se comunicar através da Delegacia do Grão-Mestrado no Estado.

57 - 1927 - Existiam no Estado de São Paulo três Obediências: Grande Oriente de São Paulo de Marrey Júnior, o Grande Oriente do Brasil, através de sua Delegacia e a Grande Loja do Estado.

58 - 9-1927 - Fundado o Grande Oriente e Supremo Conselho Paulista, independente, para o qual faltou apoio e não se desenvolveu.

59 - 14-04-1929 - Pelo Decreto nº 935 complementado pelo decreto nº 939 de 11 de 05-1929 o Grande Oriente de São Paulo foi reincorporado ao Grande Oriente do Brasil e pelo decreto nº 963 de setembro de 1930 é extinta a Delegacia do Grande Oriente em São Paulo, passando as Lojas a se corresponder com o Grande Oriente do Brasil por meio do Grande Oriente de São Paulo.

60 - 20-10-1937 - Fechada a Maçonaria no Brasil por ordem das autoridades federais, até a reabertura em 17 de janeiro de 1940.

61 - 30-03-1944 - Fundado o Grande Oriente Independente do Rio de Janeiro. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

62 - 12-09-1944 - Fundado o Grande Oriente Independente de Minas Gerais. - Cisão no Grande Oriente do Brasil - Em 1960, esse Grande Oriente é incorporado ao Grande Oriente do Brasil.

63 - 1944 - Fundado um novo Grande Oriente do Paraná, que pouco durou. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

64 - 18-05-1945 - Fundada a Grande Loja do Brasil, com 3 Lojas e vida curta, foi absorvida por outra Obediência dissidente do Grande Oriente do Brasil. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

65 - 12-09-1945 - Fundado o Grande Oriente de Minas Gerais.

66 - 13-03-1948 - Fundado o Grande Oriente Unido que absorveu a Grande Loja do Brasil – Cisão no Grande Oriente do Brasil.

67 - 1950 no início - A Grande Loja do Brasil é absorvida pelo Grande Oriente do Brasil.

68 - 12-04-1950 - Fundado o Grande Oriente Estadual de Santa Catarina.

69 - 1951 - Constituição do Grande Oriente do Brasil estabelece a separação entre o Simbolismo e Altos graus.

70 - 02-02-1952 - Fundado o Grande Oriente do Paraná, o de 1902 havia passado para o Grande Oriente do Brasil após 12 anos de existência.

71 - 15-11-1952 - Firmado o tratado de amizade entre o Grande Oriente do Brasil e a Grande Loja do Estado de São Paulo.

72 - 15-06-1953 - O Grande Oriente do Brasil funda o Grande Oriente Estadual “Tiradentes” de Minas Gerais.

73 - 24 - 1954 - Fundado o Grande Oriente Independente de Pernambuco.

74 - 22-12-1956 - Pelo decreto nº 1767 e o ato nº 247, o Grande Oriente Unido é reincorporado ao Grande Oriente do Brasil.

75 - 15-01-1960 - O Grande Oriente do Rio Grande do Sul é reincorporado ao Grande Oriente do Brasil.

76 - 17-12-1960 - Pelo decreto nº 1.877 do Grande Oriente do Brasil é feita a fusão do Grande Oriente Estadual “Tiradentes” de Minas Gerais com o novo Grande Oriente chamado Grande Oriente de Minas Gerais.

77 - 02-07-1964 - O Grande Oriente do Brasil funda o Grande Oriente Estadual da Bahia, o antigo Grande Oriente da Bahia havia adormecido em 1927, quando a maioria dos seus membros decidiu aderir. - Dissidência da qual resultou a Grande Loja da Bahia.

78 - 21-09-1964 - Fundado o Grande Oriente Independente do Paraná - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

79 - 1967 - O artigo 23 da Constituição do Grande Oriente do Brasil exige que para candidatar-se ao cargo de Venerável, o Mestre Maçom deve freqüentar um seminário de Veneráveis Mestres.

80 - 11- 06-1968 - Decreto nº 2.085 do Grande Oriente do Brasil permiti aos Mestres Maçons usar a sigla M.'. I.'. .

81 - 1973 - Eleições no Grande Oriente do Brasil. - Fraude nas eleições.

82 - 27-05-1973 - Fundada a Confederação Maçônica do Brasil - COMAB. - Cisão no Grande Oriente do Brasil.

83 - 1978 Fevereiro - Eleições no Grande Oriente do Brasil - A Soberana Assembléia Geral suspende a eleição pelo decreto nº 1, afasta o Grão-Mestre por seus desmandos, o Superior Tribunal Eleitoral anula o decreto da Assembléia e o Superior Tribunal de Justiça do Grande Oriente do Brasil, também comprometido, confirma o acórdão, e em fevereiro faz as eleições e confirma a eleição de Osires, dando posse em 11-05-1978, apoiando a situação.

84 - 14-07-1981 - O Grande Oriente do Brasil funda o Grande Oriente Estadual do Rio Grande do Sul, após a cisão de 1973 havia perdido e ficara sem representação no Estado.

85 - Em 1996 - “Existiam” as organizações: Grande Oriente do Brasil (federado) - Grandes Lojas Brasileiras (confederado com autonomia) - Confederação Maçônica do Brasil (confederado com autonomia) - Associação Brasileira de Potências criada em 10-07-1993 - (Grande Loja Unida do Paraná, Pernambuco, Minas Gerais e Piauí - Grande Loja Unida da Guanabara - Poderosa Loja Brasileira, Minas Gerais - À Glória do Ocidente, Grande Oriente do Amazonas - Fundação Universal - Lojas Distritais Inglesas, (23) subordinadas à Grande Loja Unida da Inglaterra praticando o Rito de York - Emulação).

86 - 1998 - Cisão no Grande Oriente do Brasil com a fundação do Grande Oriente Independente de Goiás que está sendo filiado à Confederação Maçônica do Brasil - COMAB.

Dalson L. R. De Benedetti - M .'. I .'.

2 comentários:

  1. Parabenizo ao ilustre Renato Cajal pela excelência do trabalho histórico apresentado.
    Mas em nome da verdade faço estes comentários:

    02 )- 12-09-1813 - Fundado o Grande Oriente Brasileiro, sendo o primeiro Grande Oriente, de duração efêmera.
    Devemos acrescentar que o Grão Mestre foi Antonio Carlos Ribeiro de Andrada, irmão de José Bonifácio, dos 03 Irmãos Andradas o único que era realmente Maçom.

    04)- 17-06-1822 - Fundação do Grande Oriente Brasílico ou Brasiliense.
    Creio que não foi nenhuma nome destes, mas sim apenas Grande Loja.
    05)- 12-03-1829 - O Maçom Baiano Gê Acayaba de Montezuma recebe uma carta Patente do Supremo Conselho dos Países Baixos, (Bélgica), autorizando-o a fundar um Supremo Conselho.
    Considero isto um Grande absurdo, como pode um individuo ter poder para fundar um Supremo Conselho?
    Isto deveria ser competência do Oriente.

    Gostaria de acrescentar ainda que José Bonifacio não era Maçom, e alem disto era contra a maçonaria, só aceitou o cargo por uma questão estratégica, já como GM perseguiu muitos Maçons, e foi graças as intrigas dele que D. Pedro acabou com a Ordem, e muitos Maçons passaram a ser perseguidos, alguns tiveram ate de pedir asilo político em outros Países, o Próprio D. Pedro comentou sobre a índole dele.
    E lógico que não podemos nos esquecer que José Bonifácio fez muito pelo nosso País, mas pela Maçonaria não fez nada, apenas a usou como instrumento.
    Devemos ainda enaltecer a figura de Gonçalves Ledo, este sim foi o grande idealizador da Maçonaria Brasileira, ele que deu a José Bonifácio o Grão Mestrado, mesmo sendo seu desafeto, mas ficou estrategicamente com a 1ª Vigilância, pois José Bonifácio pouco compareceu ao Oriente, dava mais atenção ao seu Apostolado, onde inclusive D.Pedro participava na função de Archote, sem duvida ele exercia grande influencia sobre D. Pedro, por isto foi escolhido para ser o Grão Mestre, mesmo não sendo Maçom, o que na época,isto era natural, era o que ocorria na Europa.

    Um T.'. e F.'. A.'. a todos Irmãos e amigos.
    kim (kimcostar@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado pela contribuição meu Ilustre Ir.´. Kim Costar!
    TFA
    Cajal

    ResponderExcluir