segunda-feira, 2 de julho de 2012

Honestidade





Honestidade

Que cada irmão que ouve a pergunta responder por si mesmo. Mas deixe  que ele responda com cuidado e com o pensamento lento, não às  pressas e sem cuidado.

A maioria dos irmãos farão uma resposta um pouco como se segue:
"A Maçonaria tem me dado doçura em minha vida, a doçura de  fraternidade, o sentimento de unicidade com meus companheiros No seu  abrigo Eu fiz muitos amigos,.. Amigos não quero, para não poderia  ter feito de outra forma eu ter tomado a partir de eles que o  sorriso alegre, essa palavra útil, o que fez com que os lugares  ásperos no caminho da vida harmoniosa, tenho recebido deles o  encorajamento, o animador, a coragem, que fizeram a batalha mais  fácil de ganhar.

"A Maçonaria tem me dado o laço místico, o laço que nenhum homem  pode colocar em palavras, mas que liga o mais perto que é intangível  Laços de seda são as cadeias da Maçonaria;.. Nenhum de aço poderia  manter tão firmemente ou usar como suavemente Em um laço Mistico,  que tenho o privilégio de renovar com o Santo Altar da minha Loja  tão frequentemente como eu quero, acho que o perfume da vida, as  cores lindas do amor de homem para homem, eo toque suave de uma mão  amiga, de que não há nada mais suave em toda a existência.

"A Maçonaria tem me dado educação, que me ensinou que há uma maior  recompensa para o altruísmo do que egocentrismo, que não é um  salário alto para ser conquistada por um bom trabalho, o trabalho de  verdade, o trabalho de praça feito por amor ao trabalho e não o amor  do salário Ela me deu a oportunidade de conhecer de vista elevado,  da aspiração sublime, de patriotismo, de luta para cima através do  lamaçal de desânimo com os olhos fixos sempre na estrela;.. ele me  deu uma inspiração "
Um irmão Muitos podem falar do que a Maçonaria tem feito por ele em  termos do mundo do trabalho prático; da nota aprovada, o fundo de  dado, a viagem organizada, o doente visitado; as flores recebidas;  os entes queridos confortado em luto. Mas para cada homem que teve a  ajuda material, mil tiveram os dons espirituais da Maçonaria, ea  maioria de nós, vamos agradecer a Deus, não tive de pedir ou  receber, até mesmo a bela caridade da fraternidade. Tudo isto sendo  assim. . . E quem acha falsa surgir agora no lugar dele e se ele  pode negar que a Maçonaria tem até beneficiou dele. . . mas é justo  e honesto que, como verdadeira uma resposta ser dada ao "O que eu  fiz para a Maçonaria?"

Haverá alguns que responder a si mesmos,: eu tenho servido como  oficial. Tenho conferido graus. Tenho suportado o calor eo peso do  dia. "Eles são os sortudos, pois eles receberam a mais já que eles  abriram mais. Mas a grande maioria de nós não pode assim responder,  uma vez que existem, mas poucos oficiais na proporção o número de  artesãos.
Então, pergunte de novo, meu irmão, você que nunca atuou em uma  capacidade oficial, "O que eu fiz para a Maçonaria, que fez tanto  por mim?"

Não, meu irmão, você não precisa ter vergonha se o catálogo de seus  serviços é curta e pequena. Para sempre deve haver aqueles que são,  mas no fundo, quem tomar sem dar; que recebem sem esforço a  generosidade de seus irmãos, que aprenderam a grande lição que dar é  receber; que para levar adiante é ter voltado, sim, uma centena de  vezes.
Mas haverá muitos que ouvem a pergunta e respondê-la para si, e têm  vergonha, e estes vão querer saber:
"O que posso fazer para a Maçonaria eu pagar a minha dívida;? Também  gostaria de estar nas fileiras daqueles que dão, bem como receber."

Maçonaria não é uma coisa, não é uma organização, um sistema de  homens e oficiais; de pousadas e Lojas. A organização, o sistema, os  homens, os policiais, as Lojas, mas são o veículo pelo qual a  Maçonaria se expressa. Um homem pode ser o único habitante de uma  terra solitária, onde não havia nenhum irmão, sem alojamento, sem  loja, sem dívidas, sem trabalho maçônico para fazer e ainda levar a  Maçonaria em seu coração. E se houvesse dois em que a terra  solitária, a Maçonaria poderia encontrar afastado para se expressar.  Para a Maçonaria é moeda do coração, e, portanto, só pode ser pago  para o coração. O que você pode para a Maçonaria, em seguida, é em  grande parte o que você pode fazer pelo seu próprio coração e do seu  irmão.

É consenso entre nós que o que serve o veículo também serve o  espírito da Maçonaria; que o irmão que trabalha em seu templo  material, que serve a sua pousada, que atua sobre comitês, que  oferece entretenimento, que as telhas, varreduras, faz com que o  fogo e preenche as lâmpadas realmente serve e serve bem. Mas quando  todo o trabalho físico é feito ainda há muito a fazer e, quando  todos os que podem ter feito a labuta há ainda um projeto sobre o  cavalete. Por isso meu irmão, a resposta em termos de coração, não  dos músculos, a carteira, a voz ou o tempo gasto no atendimento da  loja; "O que eu fiz para a Maçonaria?".

Se toda a Maçonaria foi nos corações de dez irmãos, e 91 por cento  do que era em um só coração, e cada um dos outros nove, mas tinha um  por cento; seria o 10 ser feliz, bem sucedido e bem remunerado  maçons? Eles não. Mas como cada um dos nove subiram no conhecimento  e na prática da Maçonaria, ele beneficiaria não apenas a si mesmo,  mas todo o resto também. E quando todos os dez sabia de tudo e  praticado todas as artes suaves da Maçonaria, com certeza os 10  faria uma loja feliz!
Esta ilustração caseira pouco se destina a trazer para casa a quem o  ouve com os ouvidos de sua mente, o fato de que a Maçonaria é  melhor, pois cada um de nós que a professam, a pratica. Nenhum homem  pode fazer de "si mesmo" ao melhor maçom e não beneficiar seus  irmãos. Então, para aquele que pede com toda a humildade: "Eu não  tenho feito muito, me mostrar como eu posso fazer mais", a resposta  é: "Primeiro, fazendo-se um melhor maçom."

Para ser "o melhor maçom" significa, em primeiro lugar, saber algo  sobre a Maçonaria. Haver
á aqueles que ouvem esta mensagem que saber  muita coisa da Maçonaria. Deixá-los responder por si mesmos, se eles  pensam que sabem o suficiente! Mas a grande maioria de nós está  contente em saber que existe uma história maravilhosa para ser lido  "Em algum momento." Quem seria realmente capaz de fazer algo para a  Maçonaria se eles vão fazer nesse momento "Agora".
Onde é que a Maçonaria vem? Como se chegou a um mundo cansado? Qual  tem sido a sua história? Quais são as suas realizações? O que fez  para se justificar? Quais são as suas leis, as suas velhas  acusações, seus marcos? O que a Maçonaria fazem na realização deste  nosso governo? O que tinha a Maçonaria a ver com as estrelas e as  listras , e as estrelas brancas no azul céu? O que significam os  símbolos da Maçonaria ensina? Por que temos três graus, e como eles  vêm a ser? Como foi a Palavra Perdida, e que se havia perdido jamais  será encontrado?

Resposta, que pergunta: "Que devo fazer para a Maçonaria", e se você  não pode, em seguida, informar-se assim que a Maçonaria pode ter  mais um recruta que sabe alguma coisa de sua gloriosa história, sua  finalidade e seus mistérios.
Mas não é o suficiente para saber algo da Maçonaria. Aqueles que  realmente ajudar a Maçonaria não deve apenas saber, mas "Vive lá".  Pergunte a si mesmo mais uma vez, meu irmão, e resposta, mas apenas  você irá ouvi-lo: "O que eu faço todos os dias que é maçom, como  faço para usar o meu Maçonaria em minha vida diária"

Pois não é o Alfa eo Omega, o princípio eo fim da Maçonaria, a mais  maravilhosa das filosofias, a mais divina das verdades, a mais  sublime das concepções, o mais erudito dos ensinamentos que são tão  ineficaz quanto uma chuva de verão para abafar uma violenta fogo,  "Se eles não podem ser vivido!"

Todos nós somos humanos e todos nós, portanto, lutar contra os  mesmos inimigos. Todos nós temos dentro de nós uma coisa para  subjugar, bem como um algo que subjuga. Como os maçons, somos  ensinados que nós viemos aqui para subjugar nossas paixões e  melhorar a nós mesmos na Maçonaria; realizamos o primeiro apenas  como conseguimos no segundo. "Paixão", meu irmão, não significa  meramente raiva ou desejo. A paixão do egoísmo, a paixão do  auto-interesse, a paixão da avareza, da mentira, da crueldade, de  descuido, estes, bem como todos os outros inimigos contra os quais  luta do homem espirituais estão a ser vencida e conquistada, a mais  facilmente como nós trazemos as fileiras de combate dos ensinamentos  de militantes da Maçonaria para envolvê-los. Isso não serve como  pregação, meu irmão, que é, mas uma humilde tentativa de responder à  pergunta você deve perguntar a si mesmo, de como pode ajudar a  Maçonaria. Você pode ajudá-la, ajudando a si mesmo, ajudando a sua  família, ajudando o seu vizinho e amigos, e tudo isso você pode  fazer por fazer a Maçonaria a regra e guia de sua vida diária assim  como você fazer o livro sobre o Altar da Regra e Guia da sua Fé e  Vida.

Não é suficiente apenas para ser honesto. Um maçom honestidade nunca  é questionada. Como o sol é para ser tomada como garantida. Não é o  suficiente para ser justa. A justiça é uma concepção do homem.  Misericórdia é Deus, ea Maçonaria ensina. Não é o suficiente para  ter amigos. Um maçom bom deve ser um amigo melhor do que ele sempre  espera que alguém, para fazer com ele. Pois está escrito: "Dai, e  vos será dado a você".

Há espaço para a Maçonaria em cada negócio, em cada ato de cada dia.  Há um lugar para o sorriso da Maçonaria em cada saudação e em cada  beijo. Há uma chance para o coração gentil da Maçonaria em cada  toque de mão a uma criança, ou palavra falada para os fracos e  desamparados. Não é uma bênção da Maçonaria para ser entregue ao  doente e infeliz, e uma bênção da Maçonaria para ser oferecido a  pecaminosa e os que erram.

A Maçonaria é o patrimônio mais glorioso, o mais sublime das  concepções do coração. . . e eles perguntam, esses irmãos, que eles  podem fazer por ela! Eles podem levá-la para suas almas, pois eles  podem viver-la em suas vidas, eles podem expressar-la em seu todo  ato, e fazer dela não um grito de voz humana, a divindade, mas uma  canção de seu coração. . . a Deus!

Artigo enviado por Fernando Saraiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário