quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A vaidade

A vaidade para muitos, tem assumido um papel de extrema importância, pois vivemos em um tempo onde poucos se preocupam em tentar fazer o melhor para próximo, ou um simples gesto de amor e ajuda humanitária sem querer nada em troca.

Vemos famílias se afastando e procurando estar cada vez mais distantes, uns dos outros por puro capricho e egoísmo, sendo que qualquer coisa, leva ao extremo de não quererem se olhar ou falar, Pais chegam ao ponto de implorarem por uma visita e amor de seus filhos.

Valores como família e amizade, alicerces e baluartes da humanidade e de um mundo civilizado, estão deixando de ser os valores principais na vida de muita gente, cada vez mais os seres humanos estão se isolando em seus mundos privados e deixando a vida entre família e amigos para trás.

Devemos aprender a conviver com a diferença e a vontade dos outros..realmente algo difícil... mas com esforço e perseverança conseguiremos, um simples gesto de carinho à alguém, pode ser a diferença na vida desta pessoa e até na sua, pois o ditado de o futuro a Deus pertence é presente em nossas vidas, para alguns é a lei da ação e reação.

Quando formos falar de alguém e se isto não for para trazer benefícios à esta pessoa, devemos analisar, repensar e refletir se será realmente necessário e antes de proferir qualquer palavra que possa trazer a discórdia, analisemos todas as consequências disto para a pessoa envolvida, pois se não podermos trazer palavras de alegria, consolo, prosperidade e alegria, a melhor coisa a fazer é se calar...

Quanto mais evoluímos, estudamos e buscamos conhecimento, passamos a perceber que não é nada perante os Sábios, pois estes não se calam, quando deparam com a ignorância e os preconceitos, buscando agir de forma coerente e coesa, sem trazer grandes conflitos aos que estão envolvidos.

Devemos se manter alertas e focados na amizade e amor aos nossos semelhantes, lembrando sempre, que os grandes Avátares que passaram por nossa civilização, amavam a natureza, arte, animais e seres humanos, pois eram completos na sabedoria do amor e espíritos evoluídos.

Reflitam, como podemos falar em progresso espiritual e pessoal, se mantemos inimizades, nosso foco é destruir o próximo e o perdão não faz parte do nosso dia a dia, pensemos nisso e quem sabe um dia deixemos de ser aprendizes e evoluímos para um estágio superior, pois em algum momento devemos parar e iniciar nossa caminhada da evolução, sempre há tempo de iniciar.

Um grande beijo no coração de vocês e lembrem-se Gentileza gera Gentileza.

Arlindo Chapetta.

https://www.facebook.com/arlindo.chapetta 

Nenhum comentário:

Postar um comentário